Muitas pessoas tem dúvidas da melhor maneira de escolher bases e corretivos, portanto,  post de hoje não é para falar de um produto específico e sim métodos que eu conheço para fazer essas escolhas.

Como escolher o seu tom certo de base

Indo a uma loja física

Para comprar bases em lojas físicas, o ideal é você ir até a loja sem maquiagem. Sim, eu sei que para algumas pessoas isso é muito difícil, mas se encha de coragem, e vai! Né, Kim? hahaha
Kim te inspira a sair de cara lavada!

Mas, se você tiver um compromisso antes, por exemplo, quando chegar a loja faça questão de tirar todo o produto que tem no rosto e não só em um pedaço. Além disso, não use primers ou afins que ajudem a segurar a maquiagem, e potencializem o efeito da base, para poder ver o seu real efeito.

Não teste sua base nas mãos

Mas, Mayara, porque preciso tirar tudo ou ir sem maquiagem? Não posso testar na mão? 

O maior erro que as pessoas cometem é testar maquiagem é um pedaço apenas do rosto, ou pior, no dorso da mão. Nosso rosto, geralmente, não tem uma cor unificada e sempre é mais claro que a pele do nosso corpo, portanto testando a cor em um pedaço ou na mão você corre o risco de trazer a cor errada para casa. Como o erro abaixo que deixou a Kelly Osbourne com sintomas de hepatite:

Kelly te ensina que é necessário testar a base antes de comprar!

Qual a textura ideal para a minha base?

Os problemas não acabam nas cores. Outro fator muito importante é a textura. Existem bases liquidas, cremosas, em mousse, em bastão, em pó… e como saber qual é a melhor para mim?

A principio temos as pré-noções, explico: Pessoas com pele oleosa vão se dar melhor com bases em pó e em mousse, GERALMENTE. Isso não significa que não existam exceções.

Se a base for liquida e com o acabamento seco, por exemplo, ela pode ser melhor amiga de uma mulher com pele oleosa. Principalmente, se ela tiver rugas, cicatrizes ou linhas de expressão. Porque em caso que há depressões na pele o uso de pó pode evidenciar essas marcas.

E como faço para saber se minha pele se comporta bem com a base “x”?

Quando você for até a loja, de cara lavada, e testar a base no rosto todo e gostar do resultado, NÃO COMPRE NA HORA. Olha o caso da Katy Perry que escolheu uma base errada pra pele dela e ficou uma coisa meio massa de reboco.

Katy te ensina como não escolher uma base!

Lojas que vendem maquiagem tem uma iluminação muito boa e é muito difícil você enxergar ali, na hora, a verdadeira ação do produto em você. Depois que a atendente/maquiadora passar o produto em você, peça obrigada pela atenção e fale que vai dar uma voltinha para ver como a base se comporta em você.  

Nesse tempo note se: a base marcou suas linhas; se ela transfere (ou seja, se ela passa para guardanapos, roupas e pessoas!rs); se ela segura a oleosidade (se for seu caso); se ela deixa sua pele sem brilho (se for seu caso)… enfim, note se a base se comporta de maneira esperada na sua pele. Se tudo correr bem, volte e faça uma vendedora feliz.

Pretendo fazer um post ainda mais complexo e longo (espero que alguém leia) sobre como comprar corretivos. Acho essa “saga” ainda maior!hahaha

Beijos,

 

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários

Os comentários estão fechados.