Na semana passada fui na pré-inauguração do Kinoplex Top Shopping e assistimos o filme A Chegada, quando li a sinopse achei que não seria muito meu tipo de filme – apesar de gostar de ficção científica – mas curti e muito.


Sinopse:

Quando seres interplanetários deixam marcas na Terra, a Dra. Louise Banks (Amy Adams), uma linguista especialista no assunto, é procurada por militares para traduzir os sinais e desvendar se os alienígenas representam uma ameaça ou não. No entanto, a resposta para todas as perguntas e mistérios pode ameaçar a vida de Louise e a existência de toda a humanidade.

O filme é narrado pela perspectiva da Dra. Louise Banks e apesar de ser uma ficção cientifica tendo como trama principal uma possível invasão alienígena e se isso é ou não preocupante, o filme explora o lado mais humano, relações, pessoas. 
A deixa para entender esse fato acontece logo no inicio quando sabemos que a Dra Banks é uma linguista, professora em uma universidade e é ela que é procurada pelo exército americano para formar uma equipe para tentar se comunicar com os extraterrestres. Durante todo o processo de tentativa de comunicação sentimos empatia por Louise e isso talvez seja reflexo da empatia que ela me pareceu ter pelos aliens. 
A revelação final do filme – que eu não posso contar, lógico – fala sobre como a língua, a comunicação e seus mistérios estão entrelaçados com o futuro da existência da humanidade. E além desse enredo diferente das ficções que ando vendo por aí, os efeitos especiais estão maravilhosos, a fotografia incrível e ainda temos um pequeno romance como segundo enrendo, claro. rs 
Eu assisti no Kinoplex, na KinoEvolution e tenho certeza que isso conferiu mais emoção. Não é um merchan – e se fosse seria sinceríssimo, rs – é apenas uma dica.
Data de lançamento: 24 de novembro de 2016 (1h 56min)
Direção: Denis Villeneuve
Elenco: Amy Adams, Jeremy Renner, Forest Whitaker
Gênero: Ficção científica
Nacionalidade: Eua

Beijos.

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários

Os comentários estão fechados.