Oi gente, tudo bem? O vídeo desse domingo atrasou e resolvi postar hoje. Desculpas, mas vida de final de ano não é fácil, rs. Hoje o tema é uma resenha do demaquilante bifásico Mary Kay. No vídeo mostro eu tirando a maquiagem e conto como ele se comporta na função.


Espero que tenham gostado do vídeo e não esqueçam de se inscrever no canal.

Beijos,

Faz tempo que não falo de esmaltes por aqui, mas por um motivo muito simples, eu sempre repito esmaltes. rs Gosto muito de algumas cores e fico repintando até enjoar/vencer/acabar. Hoje falo do Joia das Águas, um nude com fundo acinzento da Risqué.
Eu amo esmaltes nudes e a Risqué lançou vários tons de nudes o que me agrada muito já que não parece que você está sempre com o mesmo esmalte, rs. 
A textura dele é bem cremosa, não mancha para aplicar, uma camada já deixa ok e duas deixa perfeito. Ele seca no tempo normal, uns 30 minutos e tá tudo certo. Ele tem um brilho bonito com acabamento cremoso. Também notei que ele é bem fácil de limpar. 
Sobre a durabilidade, nas minhas unhas, duraram cinco dias intactos e depois foi descascando nos cantinhos de uma unha ou outra. 
Paguei R$3,10 no esmalte em farmácia e é super fácil de encontrar.
Beijos,

Na última sexta fui conhecer a loja Oppen que fica aqui em Nova Iguaçu e é famosa por vender tendências por preços obscenos de tão baratos. Fiz um vlog – achei mais interessante pra mostrar – e você pode acompanhá-lo aqui embaixo.

Não esquece que tá rolando sorteio lá no Youtube até dia 20/12/2016, corre pra se inscrever. 
Beijos,

Sabe, a gente tem uma tendência de achar que a ‘grama do vizinho é mais verde que a nossa’ sempre, já notaram? Eu faço isso e duvido quem não tenha se comparado com alguém pelo menos uma vezinha na vida. Esse post não poderia ser mais vida real. Eu estava super feliz – estafada, verdade – mas, super feliz por motivos profissionais e agendando posts quando eu perdi as imagens de dois já escritos pra essa semana, imagens fundamentais. Ou seja, dois trabalhos perdidos. Insira aqui um palavrão. 
Agora eu vou ter que me reinventar, reinventar conteúdo, dormir menos, trabalhar mais e fazer algo tão interessante quanto eu julgava os outros. Aposto que meu ‘vizinho’ não passa por isso. Não é possível que uma pessoa com aquela pele, aquele cabelo sem frizz, aquelas roupas ba-ba-dei-ras e aquelas fotos maravilhosamente espontâneas que leva a vida como fossem férias todo dia tenha problemas. Né, nom? 
Mas, tem. Aposto que tem. Todo mundo tem. E aposto que deve ter alguém na Terra que me tem como esse vizinho, apesar de eu tá acabada, quase chorosa e louca pra dormir nesse exato momento em que alguém jura que minha vida é perfeita. 
A internet é uma maravilha, eu não sou mais capaz de viver sem. E isso vai muito além das redes sociais e do meu trabalho com o blog, claro. Falo de usabilidade mesmo. Mas, precisamos ponderar que todo mundo pode parecer lindo, bem-sucedido, bem-resolvido ou como bem entender. Na internet nós somos a nossa melhor versão editada. Aproveitem esse fim de ano (quando todo mundo fica mais reflexivo mesmo, olha eu escrevendo quase um autoajuda que tanto falo mal) para pensar que a vida, dada algumas exceções lógicas, se mantem nessa montanha de altos e baixos pra todo mundo, que shit happens e que parte fundamental disso é como você encara os problemas. 
Beijos,

Oii gente, tudo bem? Durante o mês de dezembro teremos vídeo domingo e quarta no canal, já tá sabendo? No vídeo de ontem falei sobre a paleta de corretivos da Ruby Rose na cor Medium 03 que possui 6 cores sendo elas: 3 corretivos (1 tom médio, um amarelo e um coral) e 3 tons de contorno (1 bronzeado e 2 marrons acinzentados para diferentes tons de pele média).

Comprei a minha na loja Mega Mais Loja no centro de Nova Iguaçu, mas aqui nesse post você encontra uma listagem de onde encontrar a marca.
Não esqueçam que está rolando desapego no canal, o link aqui.
Beijos,

Oiii gente! 2016 foi um ano difícil, mas apesar dos pesares, sou muito grata a tudo que ele me proporcionou. O meu trabalho como blogueira só cresceu e cada vez mais leitoras e leitores queridos chegam até aqui, até o youtube, instagram, enfim, tudo que envolve o Beauty. Por isso resolvi fazer um desapego lá no youtube com muiiitos produtos de cabelos, todos novinhos comprados ou que eu ganhei e não posso usar, especialmente para vocês.


Para participar é muito fácil! São três passos:
1- Se inscrever no canal (se você já é inscrito, pula isso né?) – youtube.com/beautythingsblog
2- Comentar no vídeo onde você mora e onde você conheceu o Beauty (ex: Nova Iguaçu, RJ/ Facebook)
3- Compartilhar o vídeo no seu facebook em modo público

As inscrições vão até 11:59 do dia 20/12 e eu vou anunciar a vencedora no dia 21/12 no meu stories (@may_barbosa). E fica ligada que ainda tenho outros dois desapegos para fazer. ; )

Beijos,

Ai como a moda nos prega cada peça não é mesmo? rs Eu já jurei juradinho que achava difícil – é que não digo nunca – que um dia usaria uma pantacourt. Achava que não combinava comigo e achei um look, por enquanto ~apenas~ esse que combine comigo. hahah

Usei ele pra ir a um aniversário e fotografei na varanda da aniversariante mesmo, haha. Quem nunca? Eu sempre.
A blusa é uma regata de um tecido de algodão, que é ótima quando tem uma peça mais chamativa. A calça nem é minha, ahahah, peguei emprestada de uma amiga com a certeza que não iria gostar – e não gostei de primeira – e quando iria devolver, vesti de novo com outras peças e gostei, como expliquei no inicio desse post.
A tratora é um amor, combina com muitos looks, leve, parece que estou de rasteira. Adoro.
E por fim a jaqueta, que queria muito usar porque achei que finaliza o look, mas infelizmente o tempo não ajudou, mas registrei na foto. O que acharam? Gostam?

Blusa – não lembro a marca | Pantcourt – C&A | Sandália – Sonho dos Pés | Bolsa – Colorê Acessórios 
Beijos,

Na semana passada fui na pré-inauguração do Kinoplex Top Shopping e assistimos o filme A Chegada, quando li a sinopse achei que não seria muito meu tipo de filme – apesar de gostar de ficção científica – mas curti e muito.


Sinopse:

Quando seres interplanetários deixam marcas na Terra, a Dra. Louise Banks (Amy Adams), uma linguista especialista no assunto, é procurada por militares para traduzir os sinais e desvendar se os alienígenas representam uma ameaça ou não. No entanto, a resposta para todas as perguntas e mistérios pode ameaçar a vida de Louise e a existência de toda a humanidade.

O filme é narrado pela perspectiva da Dra. Louise Banks e apesar de ser uma ficção cientifica tendo como trama principal uma possível invasão alienígena e se isso é ou não preocupante, o filme explora o lado mais humano, relações, pessoas. 
A deixa para entender esse fato acontece logo no inicio quando sabemos que a Dra Banks é uma linguista, professora em uma universidade e é ela que é procurada pelo exército americano para formar uma equipe para tentar se comunicar com os extraterrestres. Durante todo o processo de tentativa de comunicação sentimos empatia por Louise e isso talvez seja reflexo da empatia que ela me pareceu ter pelos aliens. 
A revelação final do filme – que eu não posso contar, lógico – fala sobre como a língua, a comunicação e seus mistérios estão entrelaçados com o futuro da existência da humanidade. E além desse enredo diferente das ficções que ando vendo por aí, os efeitos especiais estão maravilhosos, a fotografia incrível e ainda temos um pequeno romance como segundo enrendo, claro. rs 
Eu assisti no Kinoplex, na KinoEvolution e tenho certeza que isso conferiu mais emoção. Não é um merchan – e se fosse seria sinceríssimo, rs – é apenas uma dica.
Data de lançamento: 24 de novembro de 2016 (1h 56min)
Direção: Denis Villeneuve
Elenco: Amy Adams, Jeremy Renner, Forest Whitaker
Gênero: Ficção científica
Nacionalidade: Eua

Beijos.